O Perfil Profissiográfico Previdenciário, mais conhecido como PPP, é um documento obrigatório pelo INSS, que deve ser entregue ao trabalhador sempre que houver rescisão ou quando solicitado para benefício de aposentadoria.

Por ser completo – o PPP informa todo o histórico das atividades laborais que o trabalhador exerceu na empresa – ele costuma ser o documento mais complexo de ser elaborado, precisando ser investidas algumas horas de trabalho.

Já imaginou transformar esta atividade, que frequentemente leva de 4 a 5 horas para ser feita, em uma tarefa de poucos minutos? Ainda mais para aquelas clínicas de saúde ocupacional que atendem um grande número de empresas! O Madu é um software para a gestão completa da saúde ocupacional e uma das suas funcionalidades é a emissão do PPP de forma muito prática. Quer saber como? Acompanhe nosso artigo!

Informações que devem constar em um PPP

O Perfil Profissiográfico Previdenciário é um documento gerado por pessoa. Quanto mais clientes a clínica de saúde ocupacional tiver e quanto maior o número de trabalhadores destas empresas, maior será a demanda por emissões de PPP.

São diversos os campos a serem preenchidos:

–  Sessão de Dados Administrativos: contempla os dados da empresa e do trabalhador (CNPJ, nome da empresa, CNAE, nome do trabalhador, BR/PDH, NIT, data de nascimento, sexo, CTPS, data de admissão e regime de revezamento).

Neste campo são preenchidas também as CATs (data do registro e número da CAT), as Lotações e Atribuições (período, CNPJ/CEI, setor, cargo, função, CBO e código da GFIP) e a Profissiografia (período e descrição das atividades).

– Seção de Registros Ambientais: informa a Exposição a Fatores de Risco (período, tipo, fator de risco, técnica utilizada, EPC e EPI eficaz, CA EPI e atendimento aos requisitos das NR-06 e NR-09 do MTE pelos EPIs informados) e os Responsáveis pelos Registros Ambientais (período, NIT, Registro Conselho de Classe e nome do profissional legalmente habilitado).

– Seção de Resultados de Monitoração Biológica: apresenta os Exames Médicos Clínicos e Complementares (data, tipo, natureza, exame e indicação de resultados) e o Responsável pela Monitoração Biológica (período, NIT, registro do conselho de classe, nome do profissional legalmente habilitado).

– Responsáveis pelas Informações: apresenta a data de emissão do Perfil Profissiográfico Previdenciário e o representante legal da empresa com NIT e nome).

Quanta informação, não é mesmo? Essa demanda enorme de dados explica a demora na geração do Perfil Profissiográfico Previdenciário. Além disso, outros probleminhas podem estar contribuindo para complicar esta tarefa. Vamos conhecer as causas?

Pontos Críticos da Saúde OcupacionalEntenda porque o PPP costuma ser o documento mais demorado a ser emitido nas clínicas

Alguns obstáculos tornam esta atividade mais longa.

 

Falta de comunicação com o RH das empresas clientes

Chegou o momento de emitir o documento. Você provavelmente irá consultar dados cadastrais do trabalhador, entre eles, informações como cargo, função e setor. Você tem certeza que estas informações estão atualizadas? Manter uma comunicação constante com o setor de recursos humanos da sua empresa cliente, é imprescindível.

Se esta comunicação não ocorre com frequência, pode ser que haja trabalhadores realizando exames incorretos e até mesmo realizando exames desnecessários (o que acarreta em aumento de custos para a sua clínica de saúde ocupacional) que podem gerar fatores de riscos equivocados. Declarar informações falsas no PPP constitui crime de falsificação, conforme art. 297 do Código Penal.

A comunicação de CAT (Comunicado de Acidente de Trabalho) também deve ser feita pelo RH da empresa cliente, sempre no momento em que ocorrer, pois além de constar no Perfil Profissiográfico Previdenciário, ela precisa ser informada ao eSocial no mesmo dia (em caso de morte) ou, até o 1º dia útil após o seu acontecimento.

Descritivo de atividades diferente das atividades exercidas pelo trabalhador

Depois de confirmados os dados cadastrais do trabalhador, é preciso se certificar que o descritivo das atividades é fiel às ações exercidas por ele. É sempre importante ressaltar que a descrição das atividades é diferente de informar o CBO – Classificação Brasileira de Ocupações. O CBO traz todas as atividades relacionadas ao cargo, mas isso não significa que o trabalhador naquele cargo executa realmente todas as atividades listadas no CBO.

Software Madu SST

Falta de confiança no PPRA

Para a emissão do PPP, ter confiança no PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) é pré-requisito. Isso porque os riscos, intensidade, concentração, uso de EPC, de EPI, sua eficácia e CA (Certificado de Aprovação) serão informados baseados no PPRA.

 

Não ter um software específico para saúde e segurança ocupacional

Se você não possui um sistema informatizado onde conste os dados cadastrais das empresas clientes e dos trabalhadores, além do PPRA digital, provavelmente você precisa contatar o RH, buscar as fichas do cliente e do trabalhador, procurar o PPRA gerado… Enfim, são diversas atividades manuais e de contato que acabam somando muito tempo na sua atividade de emissão de PPP.

Quer saber como tornar esta atividade mais simples?

Saiba como é possível emitir o Perfil Profissiográfico Previdenciário em minutos

O software Madu é especialmente desenvolvido para o segmento de saúde ocupacional e segurança do trabalho. Com ele, você cadastra as informações das suas empresas clientes e de cada um dos trabalhadores, não sendo necessário arquivar milhares de fichas em papel.

Dentro do software você insere as informações também do PPRA. Quando chegar o momento de emitir o PPP, o sistema puxa automaticamente todos estes dados necessários e, em minuto, ele é gerado!

E mais! Existe a opção de emissão de Perfil Profissiográfico Previdenciário por empresa, posto, cargo, trabalhador, dentre outros, além de possibilitar a geração de PPPs em lote. Você seleciona diversos trabalhadores dos quais precisa gerar o documento e, com um clique, eles são gerados!

Depois, é só escolher se você quer imprimir, exportar para PDF, para word ou enviar por e-mail. Viu como esta atividade pode ser muito simples?

Veja os ganhos da sua clínica de saúde ocupacional com a emissão rápida do PPP

O trabalho de horas pode se transformar em uma tarefa de poucos minutos. O que sua clínica de saúde ocupacional ganha com isso?

Maior produtividade, pois a equipe terá mais tempo livre para exercer outras atividades;

Aumento do faturamento, afinal, sua clínica terá capacidade para emitir muito mais PPPs por mês;

Cumprimento ao eSocial e garantia da precisão das informações;

Satisfação dos seus cientes, que passam a receber o documento de forma rápida e digital.

Conheça o Madu e facilite as suas rotinas!

Entre em contato

Preencha os campos abaixo que responderemos o mais breve possível.

Nome
E-mail
Empresa
Telefone
Estado
Cidade
Cargo
Mensagem
 
 

You have Successfully Subscribed!